Desafios, Entretenimento, Livros

#ChallengeBookamajig: Semana 04

E hoje nos despedimos de agosto! Os reclamões de plantão podem parar de falar que esse liiindo mês não acaba nunca, porque é seu fim! Infelizmente, para mim! Adoro agosto por seu o mês do meu aniversário e esse ano me esforcei ainda mais para ele ser diferente! Adorei o #ChallengeBookamajig! Consegui postar muito no Instagram, o que dificilmente faria. Não consegui atualizar o canal do blog, nem atualizar tanto o blog quanto eu gostaria, mas me mantive ativa! Resumindo, o mês foi muito bom! Como foi corrido, não consegui ler muito! Porém, me despeço de agosto super motivada com a chegada de setembro e com suas possibilidades! Além de muitos livros novos que ganhei de presente! ❤ Para finalizar,fica aqui mais um resuminho do #ChallengeBookamajig!

Dia 22 (atrasado) – #FlamingPages: A ideia era fazer uma foto queimando um livro, ou usar photoshop O.o

Não gostei nadinha da ideia de queimar um livro, então optei por uma versão alternativa que remetesse ao fogo: livros vermelhos e velas. Livros inteirinhos e bonitinhos me agradam muito mais!!!!

Dia 23 – Unconventional: A ideia era conter nas fotos algo que não costumamos usar.

Inspirada pelo livro Para Sempre, utilizei meus colares do infinito! Ganhei vários na minha festa de 15 e nunca pensei em juntar jóias e livros, hahaha.

Dia 24 -#ReadSleepDisney: O objetivo era postar nossos itens da Disney.

Sou fã da Disney desde pequena, então amei esse desafio! Fiquei desejando muito ter uns funkos dos meus personagens preferidos para incrementar essa foto, hahaha!

Dia 25 – Rearrange a Shelf: O objetivo era reorganizar uma estante seguindo algum critério a nossa escolha.

Eu escolhi reorganizar por cor! Se não fosse o fato das coleções ficarem separadas, eu realmente amo o efeito dessa organização! Talvez com livros que não façam parte de coleções dê certo!

Dia 26 – #BookishWave: A ideia era reproduzir uma “onda” feita de livros.

Não sei se deu muito certo, mas tentei hahahah. Gostei mais do dia que tínhamos que montar em forma de espiral, até implementei em outras fotos!

Dia 27 – Behind the Scenes: A ideia era mostrar os “bastidores” das fotos que tiramos para o desafio.

Quando vi que teria esse tópico, tirei uma foto a baguncinha que faço para bater as fotos, haha. O maior problema do desafio era tirar todos os livros que usaria na composição, bater a foto e depois guarda-los! Realmente muito trabalhoso!

Dia 28 – #FlowerPowerJill: O objetivo era postar uma foto tirada externamente, na natureza.

Essa foi uma das tentativas de fotos para o dia 07 e, embora tenha amado, achei que não combinava muito com o tema do dia. Que bom que guardei porque hoje se adequou muito bem!!! Hahaha

Dia 29 – House Pride!: O objetivo era postar itens na cor da nossa casa de Harry Potter, ou itens da mesma.

Nunca li Harry Potter, mas está na lista (vergonhinha)!. Como não resisto a testes, fiz esse para descobrir a qual casa eu pertenceria! Meu resultado foi Hufflepuff! Li sobre e gostei, hahaha.

Dia 30 – August Haul: Mostrar nossas aquisições desse mês ou empréstimos.

Já falei que nesse mês é meu aniversário?! Hahahaha. Melhor ainda mais quando eu recebo todos esses livros! Melhores pessoas, essas que nos presenteiam com livros <3.

Dia 31 – August Wrap-Up: Mostrar nossas leituras ou inícios de leituras do mês.

View this post on Instagram

Dia 31 – August Wrap-Up: e agosto está acabando! Como foi corrido, não consegui ler muito! Comecei 3 livros, o primeiro que eu estava amando foi roubado e os outros 2 não acabei. O que mais li mesmo foi meu livro de Cálculo, haha, além de diversos textos para a faculdade. E é assim que me despeço de agosto, super motivada com a chegada de setembro! Até ano que vem, agosto! Minha contagem regressiva para os 20 já começou, hahaha. Day 31 – August Wrapp-Up: and August is almost over! I was always on a hurry this month, so I couldn’t read as much as I’d like. I started reading 3 books but I didn’t finish them (the one I was enjoying the most was stolen!). I read many texts for college and my Calculus book, hahaha. Bye bye, August! See you next year. Countdown for my 20th birthday has already begun, hahaha. #ChallengeBookamajig

A post shared by Blog Descartes do Amor (@descartesdoamor) on

Comecei 3 livros, o primeiro que eu estava amando foi roubado e os outros 2 eram 1 em inglês e 1 de poesias, então não acabei. O que mais li mesmo foi meu livro de Cálculo, haha, além de diversos textos para a faculdade.

Até ano que vem, agosto! Minha contagem regressiva para os 20 já começou, hahaha.

E então, pessoal, como foi o mês de vocês? Espero que tão bom quanto o meu! Estão motivados para setembro? o/ hahaha

Muito obrigada por tudo!

Beijinhos!!!

Desafios, Entretenimento, Livros

#ChallengeBookamajig: Semana 03

 

No último domingo eu estava tão ocupada que nem me lembrei de postar as fotos da semana passada do desafio! Ontem não tive tempo, então resolvi deixar para hoje! Estamos quase na última semana do desafio e já estou com saudades, haha. Gostei muito dessa experiência, porém teria que me organizar melhor para participar de mais atividades assim. Ainda estou pensando sobre isso! E aqui estão as 7 fotos da semana passada:

Dia 15 – Bookspiration: A ideia era reproduzir uma foto que sempre quisemos ou de algum bookstagrammer que gostássemos.

Comecei a seguir mais bookstagrammers para esse desafio, então ainda não tenho um preferido. Procurei umas fotos na internet com um estilo que eu gostava bastante e achei uma parecida com essa. O resultado acabou me agradando bastante!

Dia 16 – Bookish Guilty Pleasure: Não sabia bem como traduzir esse desafio, mas vi em outro perfil literário como “Pecados Literários”. A ideia era mostrar algum “prazer culposo”, como demarcar os livros, estragar as lombadas, comprar apenas capas duras…

Como eu não me encaixava em nenhuma dessas categorias, dei uma pesquisada e percebi que só ler livros de um gênero também foi mencionado. Eu sou a louca dos romances, principalmente adolescentes, então acabei escolhendo meus livros desse gênero. Não que eu me sinta culpada por isso, mas acho que seria legal variar um pouco mais!

Dia 17 – Dream Bookish Candle: O objetivo desse dia era criar um aroma de vela e fotografar com os itens que o comporiam.

View this post on Instagram

Dia 17: Dream Bookish Candle: o objetivo de hoje era criar um aroma de vela e fotografar com os itens que o comporiam. Para ler os romances que eu amo, eu escolheria um aroma de chocolate, floral ou algo muito doce! Para algo não tão amorzinho, eu escolheria cheiro de chuva (bactérias, suas lindas, obrigada por gerarem esse aroma)! Essas velas lindas são produção da @raqueabreu dona das @velasorganicas e têm cheiro de lavanda 😍 A vela dos minions eu estou guardando para o meu aniversário, haha. Day 17: Dream Bookish Candle. I would make a candle that smells like chocolate, flowers os something very sweet for my lovely romances. For other books I'd make a candle that smell like rain! My minion candle will be lit up at my birthday!

A post shared by Blog Descartes do Amor (@descartesdoamor) on

Como eu amo ler romances, para essas leituras, eu escolheria um aroma de chocolate, floral ou algo muito doce. Para ler dramas ou algo menos amorzinho, eu escolheria cheiro de chuva ❤ .

Dia 18 –  #Coverbuys: A ideia era mostrar livros que compramos pela capa.

Eu não sou uma compradora compulsiva, como meu dinheirinho não é muito, acabo pesquisando muito antes de comprar! Obrigada aos anjos que me presenteiam com livros, haha! Nunca comprei só pela capa, mas, no caso dos dois escolhidos, pela mistura de capa + título + sinopse que me chamaram atenção! Já li os dois e adorei! Super valeu a pena, haha.

Dia 19 – #BookishPlaylist: O objetivo era criar uma playlist inspirada em um livro.

View this post on Instagram

Dia 19: #BookishPlaylist. Hoje o objetivo é criar uma playlist de acordo com um livro. Escolhi um livro muito emocionante que se tornará filme logo: Extraordinário. Uma leitura que deveria ser obrigatória para todos! Aqui está a minha playlist: 1. Brave – Sara Bareilles 2. I Believe – Christina Perri 3. Mean – Taylor Swift 4. Scars To Your Beautiful – Alessia Cara Day 19: #BookishPlaylist. I've chosen to make a playlist inspired in one of the most beautiful books I've ever read: Wonder. I think everybody should read it, it has an amazing message for us. Here is my playlist: 1. Brave – Sara Bareilles 2. I Believe – Christina Perri 3. Mean – Taylor Swift 4. Scars To Your Beautiful – Alessia Cara #ChallengeBookamajig

A post shared by Blog Descartes do Amor (@descartesdoamor) on

Considerando como a história de Extraordinário é linda, e que se tornará filme logo, me inspirei nesse livro para a playlist (caso não tenha lido o post sobre esse livro, aqui está o link). Esse é um dos livros que todo mundo deveria ler! Aqui está a minha playlist:

  1. Brave – Sara Bareilles
  2. I Believe – Christina Perri
  3. Mean – Taylor Swift
  4. Scars To Your Beautiful – Alessia Cara

Dia 20 – Broken Book Spines: Para esse dia deveríamos mostrar livros com a lombada estragada.

Toda semana tem que ter um atraso, haha. Felizmente, meus livros ainda estão em bom estado, porém, esses dois – Destrua meu Diário e Poesias Completas de Cecília Meireles (que ganhei usado) – estavam um pouquinho estragados. Depois, acabei achando uma coleção que eu havia emprestado bastante então estava bem gasta, mas como tinha gostado da foto acabei não trocando, haha. Foi a primeira em preto e branco do desafio, e depois desse efeito gostei bem mais do que quando tirei!

Dia 21 – Make me your villain: Escolher um vilão preferido.

Seguindo a onda da anterior, já que gostei bastante, mais uma em preto e branco! Não consigo escolher um vilão preferido, mas Crepúsculo me marcou muito, toda saga, então acho que os vilões dela são os que eu escolheria!

As velas usadas nas minhas fotos são da Velas Orgânicas Bee&Soy, minhas paixõezinhas!

E então pessoal, gostaram das fotos? Já começamos a penúltima semana!

Muito obrigada por tudo!

Beijinhos!!!

Entretenimento, Filmes, Livros, Músicas

5 Músicas da Trilha Sonora de Como Eu Era Antes de Vocês

Primeiramente, esse post era para ter saído há algum tempo atrás, mas fiquei me enrolando e, para não perder o que já tinha feito, resolvi postar mesmo atrasada, haha. Esse filme ganhou meu coração e, assim como todo o resto da produção, a trilha sonora não deixou nadinha a desejar. Aqui ficam 5 músicas que adorei – algumas vão partir o que restou do seu coração após esse filme!

Cloves – Don’t Forget About Me

1

Sabe aquela voz + melodia que toca a alma da gente? Pois é! Vou ser sincera: a primeira vez que ouvi a música, não simpatizei muito. Ela é bem tristinha, talvez no dia eu não estivesse no clima. Mas, agora, eu realmente gosto, só não vou ouvir muito para não deprimir, haha.

We The Kings ft. Elena Coats – Sad Song

2

Descobri essa música procurando as que comporiam esse post e morri de amores! Ela é tão fofinha, tão amorzinho, que foi amor à primeira ouvida. As vozes, a melodia e, principalmente, a letra me conquistaram. Dá vontade de ficar ouvindo de novo e de novo e de novo, haha.

HOLYCHILD – Happy With Me

3

Essa música é a cara da Clark! Ela é super alegre e me dá vontade de dançar! Além disso, eu achei o clipe bem engraçadinho. Nele, a gente vê um pouco da dupla Liz Nistico e Louie Diller. O som é um indie pop, então eles com certeza ganharam meu coração!

X Ambassadors – Unsteady

4

Essa música é uma facada no meu coração… O clipe é maravilhoso, intercalando a banda com cenas maravilhosas do filme. Dá para relembrar tudo o que sentimos durante o filme durante esses 3 minutos e 43 segundos, com o combo letra + melodia que nos fazem sentir a intensidade da história do filme. Vou parar de ouvir senão vou cair em lágrimas!

Imagine Dragons – Not Today

5.jpg

O que falar dessa música? Realmente não tenho palavras para descrever como ela combinou com o filme e com a Clark. Ela tem uma melodia muito linda, muito calminha, e a letra (desculpa falar tanto das letras, mas é o que mais me toca nas músicas!) não deixou nada a desejar. Adoro Imagine Dragons e essa música entrou para minha lista de favoritas, haha.

E então, pessoal, o que acharam do filme e dessas músicas?

Muito obrigada por tudo!

Beijinhos!!!

Desafios, Entretenimento, Livros, Metas

#ChallengeBookamajig: Semana 01

Como falei no post anterior, Agosto é o mês do meu aniversário, então decidi fazer algo especial! Não consegui atualizar muito o blog nessa primeira semana, mas estou até orgulhosa por ter mantido a frequência no perfil no Instagram do blog (@descartesdoamor)!

A cada dia postei uma foto com um tema literário de acordo com o que os criadores da tag determinaram, e agora vou mostrar todas as fotos dessa semana para vocês:

Dia 01 – TBR August: livros que quero ler em agosto

Nos dias seguintes a essa foto levei a fofura do livro O ano em que te conheci para a faculdade, e adivinhem só: esqueci na sala e acho que alguém pegou! Fiquei muito triste, pois havia recém ganho o livro, além de ter lido um pouco e amado. Espero realmente que apareça, mas enquanto isso estou lendo a versão em inglês de “Quem é você, Alaska?” – “Looking for Alaska”, um dos meus livros preferidos!

Dia 2 – #alitupbookworld: Consistia em colocar alguma luz na foto! Sou obcecada por pisca-piscas e velas, então esse tema foi sensacional!

Essa foto mostra algumas das minhas leituras recentes, além de alguns livros para ler. São minhas capas preferidas, quase todos livros adolescentes, já que estou tentando ler todos que ainda não li antes de ficar mais velhinhas e não me interessar mais, haha!

Dia 03 – #BookishHeart: A ideia era formar um coração com livros, fosse com as páginas ou vários livros.

Até tentei fazer um coração com as minhas leituras desse ano, mas não gostei muito do resultado, haha. Acabei gostando bastante dessa foto, de como o coração ficou iluminado ❤ (já disse que amo luzinhas?!).

Dia 4 – Country Pride: Mostrar um pouco do nosso país, fosse nas cores ou obras brasileiras.

Amei essa ideia! Eu adoro demais esses autores, tenho um super orgulho deles serem brasileiros – e alguns até gaúchos! Acho uma boa forma de divulgar o que os países têm de bom!

A criação do blog foi no dia 04/12/2015, então essa semana completamos 8 meses! Eu adoro criar material para o blog, pena que não disponho de tanto tempo, mas estou tentando reservar um tempinho para criar cada vez mais coisas! Muito obrigada para quem está lendo, curtindo e comentando, é muito importante para mim!

Dia 05 – Favorite Book Title/Quote: Postar o livro com seu título ou citação preferida.

Foi bem difícil essa, por não ter todos os livros que li em casa, mas essa citação de “Quem é você, Alaska?” foi bem marcante na minha vida. O fato de eu ter as versões em inglês e português do livro também contribuiu na escolha!

Dia 06 (o único que eu atrasei para postar!) – A Character You’d Swap Lives With: O desafio de hoje era encontrar um personagem com quem você trocaria de vida.

Eu, não escolhi um, mas sim 4: Mac, Emma, Laurel e Parker, as quatro amigas da coleção Quarteto de Noivas. Elas têm uma empresa que organiza casamentos, além de morarem juntas! Eu me envolvi muito com todas e super adoraria ser amiga delas, haha! Já fiz um post sobre essa coleção, o link está aqui!

Dia 07 – Stick your book in a tree!: O desafio de hoje era sair por aí e colocar seu livro em uma árvore.

Adorei a ideia, já que adoro fotos ao ar livre! Foi ótimo para eu postar algo diferente, haha! Fazia tempo que queria variar nas fotos e posts, acabo ficando na minha zona de conforto. Acho que é uma nova meta, haha. Falei um pouco desse livro em outra tag, o link está aqui!

E então, pessoal, O que acharam desse desafio? Espero que tenham gostado! Se tiverem sugestões para os próximos desafios, eu super aceito!

Muito obrigada por tudo!

Beijinhos!

About, Desafios, Entretenimento, Livros, Metas

Vem com tudo, Agosto!

Agosto é o mês do meu aniversário, então estive planejando um calendário especial para o mês! Embora eu ame fazer posts, eles demandam bastante tempo, então estou tentando me organizar para manter uma frequência.

Minha câmera estava com problemas para gravar vídeos, mas finalmente consegui arrumá-la e acredito que conseguirei postar alguns vídeos no canal. Dedinhos cruzados!

Infelizmente, não me sinto preparada para participar do BEDA (Blog Every Day August), que consiste em atualizar o blog todos os dias do mês, mas adorei o #ChallengeBookamajig, que a Mel, uma das minhas blogueiras preferidas, (que também está de aniversário esse mês e está super animada!) mencionou nesse post, no qual para cada dia do mês temos que postar uma foto relacionada a livros, com o tema que os instas criadores (@readsleepfangirl @booksthetics @alittlebookworld @booknerd_reads) definiram.

Comecei hoje com o 1. August TBR – no qual deveria postar uma foto com os livros que pretendo ler em agosto! Acho que não conseguirei ler todos, mas os que estão na minha lista são:

  1. O Ano em que te Conheci – Cecelia Ahern
  2. How to Fall in Love – Cecelia Ahern
  3. Looking for Alaska – John Green

Comecei a assistir séries em inglês com as legendas em inglês, agora o próximo passo é ler um livro em inglês! Como eu já li a versão em português de Looking for Alaska, acho que será um pouco mais fácil!

E então, pessoal? Animados com a chegada do oitavo mês do ano? No final do mês, dois terços do ano já se foram, então é hora de por nossas metas em prática e tentar finalizar 2016 da melhor forma!

Muito obrigada por tudo!

Beijinhos!!!

Entretenimento, Filmes, Livros

5 lições que aprendemos com “Como Eu Era Antes de Você”

 

Como eu disse no post anterior, eu estava MEGA ansiosa para assistir esse filme! Fiquei encantada com o livro! Felizmente, o filme não me decepcionou! Algumas partes não apareceram, mas a gente sabe que não dá para colocar absolutamente tudo do livro, ou ficaria gigantesco, haha! Mas foi super fiel, e eu chorei litros! Ficam aqui 5 das diversas lições que aprendi com o livro e o filme!

Você só tem uma vida, então viva!

11.1

“You only get one life. It’s actually your duty to live it as fully as possible”

“Você só tem uma vida. É seu dever vivê-la tão completamente quanto é possível.”

Will tinha uma vida dos sonhos: jovem, bem-sucedido, com uma linda namorada e vários amigos. Viajava o mundo e era ativo. Até o triste dia em que ele sofre um acidente ao sair de casa, o que acaba o deixando tetraplégico. Impedido de viver todas essas aventuras da forma que gostaria, ele tenta mostrar para Clark, uma jovem de 27 anos que vive uma vida pacata, sem muitas expectativas e ambições, e em quem ele vê potencial, que a vida tem muito mais do que a mesmice a qual ela estava acostumada, e que devemos aproveitá-la ao máximo, já que é única.

Algumas pessoas chegam na nossa vida de surpresa – e chegam para ficar

22.2

“Você é a única coisa que me faz querer levantar de manhã.”

 “So this is it. You are scored on my heart, Clark. You were from the first day you walked in, with your ridiculous clothes and your bad jokes and your complete inability to ever hide a single thing you felt.”

“Então é isso. Você está marcada no meu coração, Clark. Você esteve desde o primeiro dia que você entrou, com suas roupas ridículas e suas piadas ruins e sua completa inabilidade de esconder uma única coisa que você sentiu.”

A Lou é desastrada, fala o que pensa e é meio louquinha mesmo. Ela vive naquela cidade pequena e está feliz com aquilo. Já o Will é do tipo de jovem que sonha em fazer a vida na cidade grande e se aventurar pelo mundo. Mas acontece que eles eram as únicas pessoas com quem podiam ser verdadeiramente eles. De alguma forma, eles conseguiam se entender e conectar como não faziam com ninguém mais. Apesar das diferenças. Talvez pelas diferenças. E é esse vínculo o responsável por trazer para a vida de Will uma nova alegria e felicidade, que consegue fazê-lo aproveitar melhor os dias que ainda restam. Já para Clark, geram uma gigantesca mudança, tanto de seus horizontes se expandindo quanto novas experiências.

 

O que nós temos são nossas memórias

3.23

“I will never, ever regret the things I’ve done. Because most days, all you have are places in your memory that you can go to.”

“Eu nunca vou me arrepender das coisas que eu fiz. Porque na maioria dos dias tudo que você tem são os lugares na sua memória aos quais você pode ir.”

Uma cena que me marcou bastante quando eu li o livro é o momento em que a Lou pede ao Will se ele acha que se adaptar à nova forma como ele estava vivendo seria mais fácil se ele não tivesse vivido todas aquelas coisas, tido todas aquelas experiências. Para ser sincera, eu também me perguntava isso, por isso a resposta dele é tão marcante quando ele diz que nunca se arrependerá das coisas que ele fez, já que na maior parte das vezes só temos lugares na nossa memória onde podemos ir. E se pararmos para pensar, nossa vida e nossa história são apenas uma sucessão de nossas memórias, do que foi vivido, e é por tudo o que fizemos que continuamos seguindo em frente.

 

Você não pode mudar quem as pessoas são

5.15.2

“Dad: You can’t change who people are.

Clark: Then what can you do?

Dad: You love them.”

Uma das minhas partes preferidas, talvez pela minha mania de amar tanto as pessoas e querer o melhor para elas, é a conversa entre a Clark e o pai dela, na qual ele diz que a gente não pode mudar as pessoas, apenas amá-las. Eu tenho essa mania de querer que as pessoas façam o que eu acho correto, mas por mais que eu esteja certa, as pessoas têm que fazer suas próprias escolhas, e por mais que nós não concordemos, não podemos fazer mais do que alertá-las. Caso tudo der errado, a gente vai estar lá, apenas amando-as.

 

Mudar causa estranhamento, mas também pode trazer alegria

4.24.3

“I have become a whole new person because of you.”

“Eu me tornei uma pessoa totalmente diferente por sua causa.”

“You’re going to feel uncomfortable in your new world for a bit. It always does feel strange to be knocked out of your comfort zone but I hope you feel exhilarated too.”

“Você vai se sentir desconfortável no seu novo mundo por um tempo. É sempre estranho ser chutado para fora da sua zona de conforto, mas eu espero que você se sinta alegre também.”

No final do livro/filme, temos a leitura de uma carta que Will deixou para Clark, e nessa hora eu realmente soltei todas as lágrimas que haviam dentro de mim. Eu sou apaixonada por cartas, então essa cena mexeu muito comigo (assim como em “A Culpa é das Estrelas”). Eles proporcionaram novas possibilidades um ao outro, novos pontos de vista, Lou conseguiu recuperar a felicidade em Will, que voltou a ter experiências, e ele conseguiu mostrar a ela novos horizontes, novas possibilidades. Vai dizer, gente, essa história é tudo de bom ❤

tumblr_o9c9e431YG1qze2wno1_500

Os gifs e imagem foram extraídos do Tumblr!

 

E então, pessoal, já assistiram ao filme ou leram o livro? O que acharam?

Muito obrigada por tudo!

Beijinhos!

Entretenimento, Livros

Sobre 24 do Pedro Guerra e o Wattpad

No início desse ano, o escritor caxiense Pedro Guerra lançava pela primeira vez um livro na plataforma digital Wattpad. Tendo como título inicial “24”, o romance foi renomeado como “24 – Faísca” após a bombástica notícia de que o livro teria continuação – “48”. A história é narrada pelo ponto de vista de Thomas, um jovem que volta à sua cidade natal – Porto Tempestade (a mesma do livro lançado em 2015 “Precisava de Você”) – após alguns anos longe. Lá, ele reencontra sua antiga paixão: Henry. Porém, embora fosse um amor do passado, Henry não era exatamente a pessoa mais adequada para Thomas, e nessas 24 horas narradas no livro podemos perceber um pouco do porquê.

01

Sinopse: “Verão. Thomas volta para a sua cidade natal após alguns anos, desta vez já adulto. Em seu segundo dia em Porto Tempestade, o que ele menos esperava era quebrar aquela promessa. Havia jurado que não se apaixonaria outra vez, que não se renderia a qualquer situação que não pudesse controlar. Mas – e sempre existe um mas – Henri estava ali. Ainda. De novo. E então, tão rápido quanto um cigarro tragado com pressa, Thomas soube que ele trazia consigo todas as cores necessárias para colorir o seu mundo preto e branco.”

Para quem não conhece o Wattpad, o mesmo é uma espécie de rede social literária, que contém diversos livros e contos gratuitos, que podem ser lidos por qualquer usuário cadastrado, que também pode postar livremente.

2

As obras podem ser postadas por capítulos, como no caso deste livro, e o leitor tem a possibilidade de ir acompanhando a história e interagindo com o escritor simultaneamente, um dos pontos que eu adorei nessa plataforma digital. A cada atualização dos livros em sua biblioteca – sim, você cria uma biblioteca de livros digitais! – você recebe notificações, ficando bem fácil de acompanhar suas leituras. Você também pode curtir e comentar nas histórias, além de conseguir fazer “comentários interativos”, selecionando a frase exata que lhe chamou a atenção e criando uma observação nela, que pode ser lida por qualquer um. Além disso, o seu progresso de leitura fica salvo em seu perfil, assim cada vez que você volta em um livro que estava lendo, ele continua do ponto onde você parou de ler anteriormente.

3

Outro ponto que achei sensacional foi a possibilidade de transformar citações em imagens, e compartilhá-las.

4

O aplicativo pode ser baixado no celular, então você pode ler em qualquer lugar, sem precisar carregar o peso de um livro, algo que achei bem prático – porém já estou implorando uma versão física de “24” para chamar de minha e guardar na minha estante. Tenho muita dificuldade com livros digitais, principalmente PDF, por ter que ficar dando zoom, arrumando, além de parecer cansar os olhos. Mas no Wattpad a leitura é adequada à página, a fonte é grande e gosto de poder acompanhar meu progresso, que é mostrado, seja quanto já foi lido de cada capítulo quanto do livro.

Voltando à história, eu nunca tinha lido um romance protagonizado por pessoas do mesmo sexo, mas isso não influenciou de forma alguma a leitura da história. Da mesma forma como acontece sempre que um romance é bem escrito, consegui me identificar com as personagens, sentir sua dor, além de ficar com raiva das suas babaquices.

A escrita do Pedro, como sempre, é impecável e muito bem trabalhada, a trama é cuidadosamente esculpida, com metáforas geniais que tiram nosso fôlego. A história acompanha as 24 horas do reencontro dos personagens, e se passa de uma forma tão interessante que provavelmente esse é o tempo que você demorará para ler o livro – um dia – pois ficará tão fascinado com a história que não conseguirá largar o livro.

Acho que em partes essa foi a graça do lançamento do livro no Wattpad: embora estivéssemos viciados no livro como Thomas em Henri, o escritor nos fazia esperar até o próximo lançamento de capítulo para saber o destino das personagens – sorte a sua que vai ler a história agora que tudo já está postado, sem o sofrimento da espera.

Os sentimentos foram descritos de forma tão precisa que nos solidarizávamos com as personagens, querendo opinar em sua trama, revisitando juntamente com elas o passado e os seus monstros, sofrendo e querendo matar o escritor por não obedecer ao que nossas vontades o mandavam fazer.

5

Para finalizar, caso você não tenha entendido, eu SUPER amei o livro, mostra um novo caminho que se abre na escrita de Pedro Guerra, que, novamente, nos presenteia com uma história maravilhosa. Se você ainda não leu, corre logo para o Wattpad mais próximo e se cadastra, o aplicativo é sensacional e você não vai se arrepender. E não esquece de clicar na estrelinha no final de cada capítulo caso você tenha gostado, além de comentar e compartilhar as citações! Os escritores agradecem!

E aí pessoal, já leram algo no Wattpad? E com relação ao Pedro Guerra? O que vocês acham?

Muito obrigada por tudo!

 

Beijinhos!!!

Entretenimento, Filmes, Livros

5 mães da ficção que nós amamos!

 

Mãe adotiva, biológica, de coração, tia, vó, não importa, o que realmente importa é o quanto essas mulheres (ou homens que são pai e mãe) nos amam, cuidam e fazem de tudo pela felicidade de seus pequenos. Neste dia super especial, resolvi fazer um post com 5 mães da ficção que são adoráveis!

Charlotte (aranha) – A Menina e o Porquinho – Uma amiga mãe

1

Fonte

O filme se baseia no livro A teia de Charlotte, o que nos mostra a importância da aranha na trama. Fern (Dakota Fanning), diferente das outras pessoas, percebe que há algo de especial no leitão Wilbor. Após ele crescer, ele se se muda para um novo celeiro, onde faz amizade com a aranha Charlotte. Essa amizade faz com que os outros animais da fazenda vivam como se fossem uma família. O problema é que o fazendeiro decide que Wilbor será morto, o que faz com que todos animais se unam para mostrar que ele merece ser salvo. Charlote é mais do que uma amiga para o porco, é uma professora, uma “mentora intelectual”. Ela é muito sábia, mais do que os outros animais, mas não esnobe. Na versão original, Charlotte é dublada pela Julia Roberts ❤ .

Sara Fitzgerald – Uma Prova de Amor – Uma mãe super-protetora

2

Fonte

Quando os pais de Kate (Sofia Vassilieva) descobrem que a pequena sofre de leucemia, são aconselhados pelo doutor a tentar um procedimento médico incomum, gerando um filho de proveta que seja um doador compatível, e é assim que nasce Anna (a fofa Abigail Breslin). O filme narra a luta de Anna por emancipação médica, já que aos 11 anos, após inúmeros procedimentos, precisa doar um rim para a irmã. As atitudes dos pais, incluindo a mãe Sara (interpretada pela maravilhosa Cameron Diaz) são questionáveis, mas o amor da mãe fica visível ao longo do filme. Um dos problemas encontrados no processo é o fato de Sara ser muito protetora, tentando fazer de tudo para que a filha continue viva, mas sem se dar conta do quanto isso afeta toda família e das vontades da jovem. Se você ainda não assistiu, super recomendo, mas lembre-se de levar junto uma caixinha de lenços.

Isabel Pullman – Extraordinário – Uma mãe dedicada

3

Como falei nesse post sobre o livro “Extraordinário”, August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética que o deixou com uma deformidade facial, o que lhe impediu de ter uma vida como a dos outros garotes. A história tem seu foco quando os pais decidem colocar o menino em uma escola, no quinto ano, e narra as dificuldades que o menino enfrenta. A história é contada por pontos de vista dos diferentes personagens, e fica claro tudo que a família faz pelo pequeno. Sua mãe sempre esteve do seu lado, amando-o e ajudando, em todos os momentos. É uma história que nos fala muito sobre o que realmente é amar. O livro será adaptado para o cinema e terá Julia Roberts como Isabel Pullman \o/, porém ainda não foi divulgada a data de lançamento.

Tia May – Homem Aranha – Uma mãe de coração

4

Fonte

Mãe é aquela que cria, educa e dá amor e carinho. Quando os pais do jovem Peter faleceram, Tia May e Tio Ben cuidaram dele como se fosse seu filho de sangue. Mesmo sem muito dinheiro, fizeram o que podiam para lhe dar as melhores oportunidades, se preocupando com ele, ensinando valores e sendo sua âncora moral.

Kala – Tarzan – Uma mãe animal

5

Fonte

Os pais de Tarzan conseguem escapar com o filho de um navio em chamas, chegando em terra firme e montando uma casa na árvore com os destroços do navio. Porém, Sabor, uma leopardo fêmea, mata o casal. Kala, a gorila, que teve um filho morto pelo mesmo leopardo, ouve o choro de Tarzan e vai até a casa na árvore, onde é atacada por Sabor, que quer a criança. Tendo se apegado imediatamente ao bebê, ela luta contra Sabor, fugindo com o bebê e deixando o leopardo amarrado numa corda. Kala é gentil e adorável, porém quando necessário ela é capaz de lutar, assim como uma mãe humana faria <3.

E então, vocês gostaram do post de hoje? Quais são suas mamães da ficção preferidas?

Muito obrigada por tudo!

Feliz dia das mães para todas as mamães!

Beijinhos!!!

Entretenimento, Livros

TAG – Chocolate Literário

1.jpg

A Páscoa já passou, eu sei, mas quando eu vi a TAG Chocolate Literário no blog Colecionando História (que eu adoro e sugiro que vocês sigam <3), eu não resisti! Chocolate e livros são minhas paixões, então eu não podia deixar passar! A TAG consiste em relacionar chocolates e livros.

Chocolate meio amargo: um livro com tema obscuro.

2.jpg

Contagem dos Inocentes, do escritor gaúcho Fernando Bins, foi um dos primeiros – e únicos – livros em um estilo mais suspense que li. A história foi muito bem planejada, com acontecimentos muito impressionantes, e achei um livro realmente muito bom – embora um pouco mais pesado do que o que normalmente leio. Ele se passa em Caxias do Sul e se relaciona com um assassinato e as investigações sobre o mesmo paralelamente à história de dois irmãos que perderam o pai no ano anterior.

Chocolate branco: um livro leve e divertido.

3.jpg

10 Coisas Que Nós Fizemos (e provavelmente não deveríamos), da escritora Sarah Mlynowski, é um daqueles livros que, embora a gente nunca tenha ouvido falar, encontra na livraria e tem vontade de ler. Não sei exatamente o porquê, mas não está entre meus livros preferidos, talvez pela época em que li ou por não ter criado um vínculo com ele, mas a história é bem engraçada e eu gostei bastante do livro. Ele gira em torno de April, uma jovem de 16 anos que, pela primeira vez na vida, está por conta própria, vivendo com uma amiga, e narra algumas de suas travessuras nesse tempo e como ela fez para chegar até o final do ano.

Chocolate ao leite: um livro que virou moda e que quero ler.

Como Eu Era Antes De Você, da Jojo Moyes, é um dos muitos livros da escritora que quero ler, porém ainda não tenho (por isso não tem foto 😦 ). Uma adaptação do livro para o cinema está programada para ser lançada este ano, então não aguento mais ter que fugir de todas as coisas que aparecem no meu Facebook relacionadas ao filme. Eu estou realmente muito animada! A história é sobre Will e Lou, porém eu não tenho muitos detalhes já que não pesquisei muito para deixar as surpresas para a hora em que eu for ler!

Chocolate com caramelo: um livro que derreteu meu coração.

4.jpg

Um ano Inesquecível foi uma das ideias mais inteligentes que alguém poderia ter tido! Reunindo 4 contos, um sobre cada estação do ano, e narrados por autoras diferentes, as maravilhosas Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças nos presenteiam com lindas histórias de amor. Esse livro é sensacional, eu super recomendo para quem gosta de histórias de amor adolescente.

Kinder ovo: um livro que me surpreendeu.

5.jpg

Fazendo meu Filme, da Paula Pimenta, estava na minha lista de livros para ler o quanto antes possível por serem para o público adolescente. Fui ler o livro meio desanimada, achei que seria muito infantil, mas como um tapa gigantesco na minha cara e no meu preconceito, a história do livro me prendeu e surpreendeu de uma maneira que devorei o primeiro e o segundo livros da coleção desejando não parar mais (estou esperando para comprar os próximos, mas cadê o dinheiro?). O livro fala sobre amizade, paixões, viagens, e tudo que se passa no mundo juvenil, de uma forma muito fofa e bem escrita.

Chocolate quente com marshmallows: um livro que me conforta e voltaria a ler centenas de vezes.

6.jpg

O Presente Do Meu Grande Amor é uma compilação de Doze histórias de Natal, organizado pela Stephanie Perkins. Vi um post da Melina Souza falando do livro e na hora fiquei louca para ler. Comprei na Black Friday e foi uma das melhores aquisições da minha vida! Cada conto é escrito por um autor diferente, sendo vários deles bem famosos! Apenas uma ou duas histórias não me agradaram tanto, mas pelo resto eu fiquei incrivelmente fascinada! Eu queria continuação de todos os contos! Esse livro é muito amorzinho, adorei tanto que fui procurar a versão original, em inglês, e pretendo ler ela também! Para minha felicidade, a Stephanie está organizando mais um livro deste estilo para ser lançado ainda este ano:  Summer Days & Summer Nights: Twelve Love Stories (Dias de Verão e Noites de Verão – Doze Histórias de Amor). Já estou surtando!

Chocolate com amendoim: um livro que me fez surtar.

7.jpg

Você Pode Guardar um Segredo? foi o primeiro livro lançado pelo escritor Caxiense Pedro Guerra, e também foi um dos poucos no estilo suspense que li. Não sabia se ia gostar, mas acabei me surpreendendo muito com o livro e também li sem desgrudar até o final da história. Surtei em várias partes dele, e super recomendo ler. Fiz um post falando dos livros do Pedro, aqui está o link!

Caixa de chocolates: um livro que acho que tem algo que agrade a todos.

8.jpg

Para encerrar, A Rainha Está Morta, também do Pedro Guerra, é um livro que eu acho que pode agradar desde um público jovem até o mais adulto, homens e mulheres, por ser um livro que já vi atrair várias pessoas. Não tem muito romance, mas fala das Rainhas da Festa da Uva (agradando principalmente meninas), além de ter um caso a ser desvendado (agradando principalmente quem não é tão fã de romance). No post mencionado anteriormente você encontra mais detalhes deste livro!

Bom pessoal, espero que vocês tenham gostado da TAG! Já leram algum desses livros? O que acharam? Se quiserem responder a TAG, me mandem o link que eu vou adorar ler!

Muito obrigada por tudo!

Beijinhos!

Entretenimento, Livros

5 lições que aprendemos com “Extraordinário”

 

1

No livro de 2012 da R.J. Palácio aprendemos lições muito especiais sobre enxergar o outro além de sua aparência. A história, contada através do ponto de vista de diferentes personagens, gira em torno de August Pullman, o Auggie, que nasceu com uma síndrome genética que deixou como sequela uma deformidade facial, que mesmo após diversas cirurgias continuou presente no rosto do menino. A história se dá quando o menino começa a ir à escola, aos 10 anos, após uma decisão dos pais. Até então Auggie era ensinado pela mãe, mas agora enfrentará a dificuldade de passar pelo quinto ano – algo que já é difícil por si só, ainda mais para alguém como Auggie. Esse livro consegue tocar o nosso coração de uma forma muito especial, por isso separei 5 das lições que aprendi com ele.

2

 

As pessoas conseguem ser muito maldosas

“Garoto rato. Estranho. Monstro. Freddy Krueger. E.T. Cara de lagarto. Mutante. Conheço os apelidos que me dão. Já estive em parquinhos suficientes para saber que crianças podem ser cruéis.”

August Pullman

Página 84

Embora Auggie tenha conquistado a amizade de várias pessoas, algumas não conseguiam aceitá-lo com facilidade e, mesmo sem querer, às vezes demonstravam seu espanto e desconforto. O menino sempre percebeu isso, o que nos deixa bem chateados ao longo do livro, e com vontade de fazer todo mundo ler a história e se encantar com ela, aprendendo a respeitar todas as diferenças!

O amor da família é incondicional

“August é o Sol. Eu, a mamãe e o papai giramos em volta dele. O restante de nossa família e de nossos amigos são asteroides e cometas flutuando ao redor dos planetas que orbitam o do Sol. O único corpo celestial que não gira em volta de August, o Sol, é Daisy, nossa cadela, e isso porque, para seus olhinhos caninos, o rosto do August não é muito diferente do rosto de qualquer outro ser humano. Para Daisy, todos os rostos são parecidos, chatos e pálidos como a Lua.”

Olívia Pullman

Página 89

Uma coisa que fica bem clara, mesmo nos momentos mais tumultuosos, é o quanto a família de Auggie ama ele. Todos estão sempre dispostos a abrir mão das suas tarefas ou compromissos por ele, algo às vezes complicado para a irmã, Via, mas que também ama muito o irmão. Isso inclui a cachorrinha Daisy, sempre acompanhando Auggie, fazendo com que a gente crie um carinho especial por ela também!

Não, não é tudo um acaso

“minha mente gira com isso, mas então surgem pensamentos mais suaves, como um terceiro violino em uma sinfonia de cordas. não, não é tudo um acaso. se fosse, o universo nos abandonaria à própria sorte. e o universo não faz isso. ele cuida das suas criações mais frágeis de formas que não vemos. como com pais que amam cegamente. e uma irmã mais velha que se sente culpada por ser humana com relação a você. e um garotinho de voz grave que perdeu os amigos por sua causa. e até uma garota de cabelo rosa que carrega sua foto na carteira. talvez seja uma loteria, mas o universo deixa tudo certo no final. o universo cuida de todos os seus pássaros.”

Justin (nas partes do Justin ele não usa letras maiúsculas, haha!)

Página 209

Essa fala do Justin, namorado da Olívia, me deixou refletindo bastante após ler o livro pela primeira vez. Isso acontece depois que ele vai até a casa da garota e conhece o irmão dela. Auggie fez amigos incríveis, dispostos a tudo por ele, além da família que está sempre com ele. Às vezes estamos acostumados com o que temos e não notamos que, mesmo que a situação esteja difícil, temos sorte. Temos sorte pela família e amigos que temos, e todas aquelas pessoas que fazem sacrifícios pela gente. (Fica aqui meu muito obrigada a todos aqueles amigos verdadeiros! Vocês são muito especiais!)

 

Todos somos especiais, e cada um tem suas dificuldades

“É como aquelas pessoas que às vezes você vê e não consegue imaginar como seria estar no lugar delas, seja alguém em uma cadeira de rodas, ou alguém que não pode falar. Eu sei que sou essa pessoa para os outros, talvez para todas as pessoas naquele auditório.

Para mim, porém, sou apenas eu. Um garoto comum.

Mas, se quiseram me dar uma medalha por ser eu mesmo, tudo bem. Aceito. Não destruí a Estrela da Morte nem nada parecido, mas consegui passar pelo quinto ano. E isso não é fácil, mesmo que você não seja eu.”

August Pullman

Página 308

Depois de sofrer muito com bullying, Auggie consegue mostrar para as pessoas o quão especial ele é, despertando a admiração de todos por passar por todas as situações difíceis e não desistir. Alguns momentos do livro são super difíceis para o menino, mas ele venceu mais essa etapa!

Todos nós vencemos o mundo

“Todo mundo deveria ser aplaudido de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo.”

August Pullman

Página 313

No final do livro há uma lista de preceitos, e entre as lindas frases está essa pérola do Auggie. Ele, mais do que ninguém, nos mostra que é possível sim, com todas as dificuldades, vencer o mundo, e que a vida é linda, basta mudarmos nosso olhar. Isso significa também olhar a vida do ponto de vista dos outros, e admirá-los pelas pequenas grandes vitórias do dia-a-dia.

4

Esse livro foi uma das mais lindas lições que tive na vida, e acho, muito sinceramente, que todo mundo deveria ler. É uma ótima reflexão sobre o quanto temos potencial e deixamos de aproveitá-lo!

3

E então pessoal, já leram esse livro? O que acharam?

Muito obrigada por tudo!

Beijinhos!!!