Entretenimento, Retrospectiva 2019, Séries

5 séries que assisti – Retrospectiva 2019

Continuando na Retrospectiva 2019, vou indicar aqui 5 séries que assisti ao longo do ano. Sou uma pessoa que assiste uma por vez e tem que viciar para continuar assistindo, senão paro. Acabo preferindo séries que tenham em torno de 20 minutos, as de mais tempo têm que ser muito boas para me prenderem durante tanto tempo. Ah, todas indicadas estão disponíveis na Netflix! Então fiquem com a lista:

 

4

 

Atypical

Essa série é daquelas que eu acho que todo mundo deveria assistir! É de uma sensibilidade incrível, uma história “vida real”, mostrando uma família com seus dilemas e dificuldades, mas também as superações. Sério, se você não assistiu, simplesmente assista!

Feliz Natal e Tal

Essa série estava na minha lista porque adoro a Bridgit Mendler e a Ashley Tisdale. Resolvi baixar dois episódios para assistir enquanto viajava de avião e acabei adorando! Tanto que assisti super rápido e durante a viagem, nos momentos de descanso, hehe. Ah, assisti depois do Natal e valeu a pena mesmo assim.

Brooklyn Nine-Nine

Brooklyn é uma das minhas queridinhas.  Eu e meu namorado costumamos assistir um ou dois episódios por noite, então faz um tempinho que estamos assistindo, mas ela é ótima pra dar umas risadas enquanto descansamos. Estamos na Temporada 4 e, sinceramente, achei as primeiras melhores, mas mesmo assim ainda gosto.

Gilmore Girls

Fazia tempo que queria assistir essa série e me motivei devido ao lançamento de Gilmore Girls: Um Ano Para Recordar. Entretanto, acabei parando no início da segunda temporada porque fiquei irritada com as atitudes da Rory, ops. Além disso, a série me deixava deprimida, hihi. Pretendo voltar a assistir esse ano, quem sabe vai.

Friends

Finalmente comecei a assistir essa série tão comentada. Antes de Brooklyn, era a que assistíamos de noite, então também não progredimos muito. Acabei enjoando e paramos de assistir. Pretendo voltar a ver, agora já estou com saudades, haha. Tenho problemas com séries que têm muitas temporadas, prefiro as mais curtas!

 

E vocês, gostam de séries? Quais assistiram em 2019? Me contem nos comentários!

 

Muito obrigada, pessoal!!!

 

Beijinhos!!!

Entretenimento, Livros

5 lições que aprendi com o livro “Aprendizados”, da Gisele Bündchen

Olá, pessoal! Tudo bem?

Há algum tempo tenho acompanhado a Gisele Bündchen e percebi que ela tem um lado muito crítico e engajado, além da indústria da moda. Quem segue ela no Instagram percebe a ligação dela com o meio ambiente, a vontade de “compartilhar amor”, como diz a descrição dela e com o yoga, uma prática que eu adoro (tem post aqui sobre o assunto). Assim, fiquei bem animada para ler o livro que ela lançou ano passado: Aprendizados: minha caminhada para uma vida com mais significado.

Além de uma introdução, o livro conta com 8 capítulos, que são basicamente 8 lições que ela gostaria de compartilhar com os leitores. Resolvi compartilhar com vocês as 5 lições que eu tirei do livro.

 

1. Aproveite as oportunidades

Como ela conta no livro, não era um sonho dela ser modelo. Na época, com 13 anos, ela se via sendo veterinária ou jogadora de vôlei, porém, por problemas de postura, a mãe dela matriculou ela e duas irmãs num curso de modelo e manequim. Através desse curso, ela foi para São Paulo, onde um caça-talentos conheceu ela. Ela enxergou na carreira de modelo uma oportunidade de ganhar dinheiro e ajudar a família. No ano seguinte, se mudou para São Paulo. Por mais que ser modelo não estivesse nos planos dela, ela agarrou a oportunidade e deu seu melhor, em todos os momentos (ela afirma que nunca se atrasou para um compromisso do trabalho). Isso está muito ligado aos títulos do primeiro e do segundo capítulos: “Tudo começa com disciplina” e “Desafios são oportunidades disfarçadas”. Tudo que ela faz, ela se se propõe a fazer da melhor forma que ela poderia fazer e isso é essencial.

 

2. Preste atenção à sua vida e, em especial, ao que você quer atingir

O título do capítulo 5 é “Onde você focar sua atenção é onde colherá resultados”. Se prestarmos atenção na nossa vida, isso faz total sentido. Preste também atenção naquela áreas que você sente prejuízo, por exemplo, nas amizades. Será que seus amigos “te abandonaram” ou você que não prestou tanta atenção neles nos últimos tempos? Você mandou mensagem, ligou, pediu como estavam? No livro ela conta como foi sabotada diversas vezes no trabalho conforme atingia o sucesso. Ela também teve desafios, mas teve foco em seu trabalho e em fazer seu melhor. Nós também devemos focar e colocar nossa energia naquilo que desejamos. O terceiro capítulo é “A qualidade da sua vida depende da qualidade dos seus relacionamentos”. Podemos nos perguntar se as pessoas que nos rodeiam nos motivam, querem nosso bem, nos empurram em direção às nossas metas, porque isso faz toda a diferença. Assim, devemos estar atentos, além das nossas ações, às pessoas que nos rodeiam – e animais! Ela fala sobre a cachorrinha que a acompanhou por anos: a Vida! Analise também se você está de fato presente nos momentos que vive.

 

3. Siga sua voz interior

Sabe quando você sentia que alguma coisa não deveria ser feita mas mesmo assim você teimou em fazer e deu errado? Pois é, a Gisele também sabe, ela até narra no livro uma história de quando ela se mudou para São Paulo e isso aconteceu. Segundo ela, é muito importante ouvir nossa voz interior e o yoga e a meditação ajudaram ela a se conectar mais com ela mesma e com essa intuição que temos. No capítulo 4 “Nossos pensamentos e palavras têm poder – use-os com sabedoria”, ela fala um pouco mais sobre isso.

 

4. Podemos fazer a mudança que queremos ver acontecer

Uma das coisas que me chamou atenção quando comecei a seguir a Gisele foi a importância que ela dá para a natureza e suas campanhas. Ela menciona no livro que, na casa onde mora, cultiva abelhas, já que soube que elas estavam ameaçadas. Achei isso demais! É uma pequena atitude, mas se cada um fizesse algo… Além disso, conversando com a Grendene, conseguiu com que um percentual dos lucros anuais da sua linha de sandálias fosse destinado a projetos para proteger o Xingu. Ela não precisou “mudar” nada na vida dela, apenas conversar. Há vários outros projetos que ela também criou e vive em função disso. É muito legal ver como ela usa sua influência para causas que acredita e me faz pensar no que eu não poderia estar fazendo.

 

5. Cuide de você e busque se conhecer

Para quem pensou que a vida da modelo fosse perfeita, deve ser um choque saber que ela teve síndrome do pânico e chegou a pensar em suicídio nessa época. Acho muito interessante que ela fale sobre isso para dar mais visibilidade à saúde mental. Nessa fase ela era bem diferente do que é hoje, não se alimentava bem, fumava e trabalhava muito. Depois disso, ela buscou ajuda e mudou a forma de se alimentar, começou a fazer yoga e se reconectar consigo mesma. Hoje em dia, ela também busca em recursos naturais os “remédios” que precisa, como chás. Os capítulos 6, 7 e 8 são intitulados “A natureza: nossa maior professora”, “Cuide de seu corpo para que ele possa cuidar de você” e “Conhecer a si mesmo”. Acho que a principal lição do livro, pra mim, foi “Cuide de você e busque se conhecer”.

 

E vocês, também admiram a modelo? Se interessam em ler o livro dela?

 

Muito obrigada, pessoal!

 

Beijinhos!!!

 

Entretenimento, Livros

5 lições que aprendi com o livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas”

Olá, pessoal! Tudo bem?

O ano de 2018 não foi muito produtivo no quesito “leituras” – minha média ficou BEM abaixo dos últimos anos. Não sei exatamente por que, mas comecei vários livros e não conseguia acabar. Consegui acabar minha primeira leitura de 2019 (iniciada em 2018) e resolvi compartilhar com vocês algumas lições!

“Como fazer amigos e influenciar pessoas”, escrito por Dale Carnegie, é o livro preferido do meu namorado e ele já tinha me indicado para ler. Porém, o título não me agradava, por parecer um “manual da falsidade” haha. Após ter lido, posso dizer que não tem nada de falsidade, o autor propõe uma nova forma de lidar com as pessoas, utilizando conhecimentos sobre como as pessoas agem/sentem. É bem legal até para uma autoanálise. O livro traz várias lições exemplificadas, com situações vividas pelo autor e seus alunos, para facilitar a compreensão.

Minha parte favorita do livro foi a última: “Seja um líder: como mudar as pessoas sem ofendê-las nem deixá-las ressentidas”. Eu vejo muito o professor como um líder (e, para quem não sabe, sou formada em Licenciatura em Matemática), então foi a parte que mais fez sentido para mim.

Vamos às lições!

1. Existem diversas formas de expressar determinado pensamento

Acho que o principal ponto do livro é problematizar como expressamos nossas opiniões, como damos ordens, como conversamos com as pessoas. Assim, ele sugere que reflitamos sobre como nos sentiríamos em determinadas situações para escolhermos a melhor forma de agir. Acho que, por mais que isso seja óbvio, dificilmente nos damos conta de que a forma como estamos “programados” para agir não é a única forma que existe, então com os exemplos que o livro aborda conseguimos repensar diversas ações.

2. Seja um bom ouvinte

Segundo o autor, as pessoas estão mais interessadas em falar sobre elas do que em ouvir você falando sobre si mesmo, de forma que, para se tornar uma pessoa mais amigável, deveríamos incentivar as pessoas a falarem sobre elas e ouvir com atenção, de fato nos interessando pelos outros.

3. Evite discussões

Ainda segundo o autor, a única maneira de ganhar uma discussão é evitando-a. Ele expõe que, batendo de frente com uma pessoa ou falando diretamente que a pessoa está errada, só conseguiremos fazer com que ela busque mais argumentos para se defender, gerando o oposto do que queríamos, que era fazê-la mudar de opinião.

4. Procure entender o ponto de vista do outro

Uma das ideias que mais gostei do livro e que deu sentido para a mensagem que o autor quer passar foi quando o autor trabalha a ideia de que, se vivêssemos exatamente como a outra pessoa, tendo sido criados de tal forma, vivido as mesmas experiências, convivido com as mesmas pessoas, então teríamos a mesma opinião que ela. Assim, não devemos culpar ou julgar a outra pessoa, mas sim tentar entender o porquê de suas opiniões.

5. Faça a pessoa se sentir feliz realizando o que você sugere

Essa parte foi bastante interessante para mim por fazer sentido no contexto da educação. Dizer para os alunos que devem fazer os temas ou então levarão uma advertência só fará com que eles sintam raiva do professor. Agora, no momento em que eles compreenderem que o tema fará com que precisem dedicar menos tempo antes das provas para estudar ou se preocuparem menos com exames no final do ano, os alunos poderão se sentir mais motivados, pois terão benefícios com tais ações. Assim, devemos mostrar por que o que propomos é benéfico para a pessoa, não para nós.

 

E então pessoal já leram esse livro? O que acharam das lições?

Muito obrigada por tudo!

Beijinhos!!!

Entretenimento, Filmes

5 favoritos indicados ao Oscar + Planilha de acompanhamento

Olá, pessoal!

No próximo domingo, dia 24, acontecerá a cerimônia do Oscar 2019. Dos 33 filmes indicados, já assisti 12, incluindo os 7 indicados a melhor filme. Resolvi compartilhar meus 5 favoritos caso vocês desejem maratonar, haha. Além disso, disponibilizei uma tabela sensacional para  vocês fazerem o acompanhamento do progresso!

A esposa

Apesar da única indicação (Melhor Atriz para Glenn Close), me apaixonei pela história do filme desde o trailer, foi amor à primeira vista, haha. O filme retrata a relação de um casal, sendo que a esposa vive em função do marido, um escritor renomado. Adoro a temática do feminismo, então esse filme super me conquistou.

Nasce uma estrela

Com 8 indicações, incluindo Melhor Filme, Ator e Atriz, o filme é o terceiro mais indicado. Fiquei impressionada com a atuação da Lady Gaga em seu primeiro papel e Bradley Cooper já era um dos meus queridinhos, haha. A história do filme é super envolvente e eu gostei muito, ainda mais da forma como adicionaram tantas músicas maravilhosas (os dois personagens principais são músicos). Aposto todas as minhas fichas em Shallow como Melhor Canção Original (não me decepcione, Academia, hahaha).

Green Book – O Guia

Quando indiquei o filme em um post anterior, havia me interessado pelo trailer. Após assisti-lo, fiquei muito orgulhosa de mim mesma pela indicação, haha. Mostrando a relação de um um descendente de italianos e um negro na época da segregação, o filme nos faz repensar diversos pontos relacionados ao racismo. Apesar dessa temática, achei o filme “leve”, algo que me agrada muito. E, mais legal ainda, é ele ser baseado em fatos reais. Dentre as 5 indicações estão a de Melhor Filme e Melhor Roteiro Original.

Infiltrado na Klan

O filme, que teve 6 indicações, também retrata a questão do racismo, porém de forma não tão leve quanto o anterior. Além disso, acho que o filme me fez refletir bastante sobre os movimentos e ideias que são importantes para nós e pelos quais lutamos (ou deixamos de lutar).

 

Bohemian Rhapsody

Por fim, um filme que me surpreendeu muito (e positivamente, haha). Não sou uma fã de Queen, então não esperava gostar muito da história, porém achei o filme muito bem “montado”, digamos assim, haha. Gosto de histórias baseadas em fatos reais, me despertam bastante interesse. O filme conta com 5 indicações, incluindo Melhor Filme e Melhor Ator.

 

Sobre a tabela

Vou deixar aqui o link para baixar a tabela do Oscar 2019! Agradecimentos especiais ao meu namorado que elaborou ela, haha. Eu só dei uns toques finais! Se vocês observarem, ela é composta por duas planilhas (canto esquerdo, embaixo), sendo que na primeira há o nome de todos os filmes em ordem decrescente de indicação e na segunda as categorias. Vocês podem preencher na primeira tabela se assistiram ou não o filme e na segunda aparecerá com base no que foi respondido na primeira. Para ver as categorias nas quais os filmes foram indicados, na primeira tabela, basta clicar no sinal de + no lado esquerdo do nome do filme!

 

Espero que vocês tenham gostado das indicações e da tabela! Quais filmes vocês assistiram? E quais indicariam?

 

Muito obrigada por tudo, pessoal!

 

Beijinhos!!!

Entretenimento, Filmes, Séries

5 pais da ficção que nós adoramos

Hoje é dia dos pais e a ficção nos presenteou com ótimos personagens! Aqui estão alguns deles:

 

Arthur Weasley  – “Harry Potter”

1

Progenitor da família ruiva mais querida da literatura e do cinema, Arthur é aquele pai amoroso, cuidadoso e que faz tudo pela família – não sem exigir o melhor dos filhos. Só temos agradecer a ele por ter nos dado Ron, Gina, Fred, George, Gui, Carlinhos e Percy (ufa, é muito filho) <3.

 

Julius – “Todo mundo odeia o Chris”

2.2

Sabe aquele pai que te dá o que você precisa, mas não sem antes ter certeza que anotou? Esse é Julius! Seja um troco de 1 centavo, ele vai querer. Ele nos rendeu muitas risadas, mas Chris, Drew e Tonya passaram por momentos que não tiveram graça nenhuma…

 

Marlin – “Procurando Nemo”

3

Quer prova de amor maior do que atravessar o oceano procurando o filho? Marlin poderia ser aquele pai que te espera acordado até que você chegue bem tarde, que te leva onde você precisar e está sempre com você. Aquele pai que é mãe, amigo e tudo o que você ama. Nemo foi muito sortudo!

 

Chris Gardner – “À procura da felicidade”

4

Retratado em uma das histórias mais famosas do cinema e inspirado em um pai da vida real, o personagem interpretado por Will Smith passa por muitas dificuldades, mas nos mostra a importância de não desistir, com muita perseverança e vontade de dar oportunidades melhores para seu filho, Christopher.

 

Ted Mosby – “How I Met Your Mother”

5

Depois de 9 temporadas contando suas histórias de amor para os filhos, acho que Ted merece o troféu de pai que mais ama a própria história. Com detalhes que os filhos talvez não achem muito interessantes de serem compartilhados por um pai, Ted arranca muitas risadas da gente, nos envolvendo em um debate polêmico sobre: seria Ted um babaca ou um cara legal? Penny e Luke talvez possam nos dizer…

Imagens extraídas do site Adoro Cinema!

 

E então, pessoal, quais são seus pais favoritos da ficção? Quem vocês acham que ficou de fora da lista?

 

Muito obrigada por tudo!

 

Beijinhos!!!

Entretenimento, Filmes, Livros

5 citações dos personagens de Harry Potter

1 (2)

E no dia 31 de julho é celebrado o aniversário do Harry Potter, bem como da autora J.K. Rowling! Para comemorar essa data, resolvi citar cinco frases dos amigos do bruxo, para servirem de inspiração para todos nós!

 “São as nossas escolhas, Harry, que revelam quem realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades.” Dumbledore

Admito que foi super difícil escolher apenas uma frase do diretor mais querido de Hogwarts. Dumbledore é uma biblioteca ambulante de lições de vida, e é uma grande inspiração para Harry, assim como para os demais.

“Eu! Livros! E inteligência! Há coisas mais importantes, amizade e bravura e, ah, Harry, tenha cuidado!” Hermione

A mais aplicada dos três amigos, Hermione entende muito sobre a teoria da mágica, mas, além de tudo, sabe valorizar as amizades e entende sua importância na vida. Ela se manteve ao lado do Harry ao longo de toda a história, provando a ótima amiga que é.

“Não adianta a gente ficar sentado se preocupando. O que tiver que ser será, e nós o enfrentaremos quando vier.” Hagrid

Adoro o Hagrid desde o início, sendo um ser enorme, com um coração mole e cheio de amor para dividir, sempre cuidando do Harry. Fica aqui sua dica, para nos preocuparmos e lidarmos com o que cabe ao momento.

“O mundo não se divide em pessoas boas e más. Todos temos Luz e Trevas dentro de nós. O que importa é o lado o qual decidimos agir. Isso é o que realmente somos.” Sirius Black

Sirius é um personagem bastante intrigante da história, mas aqui há uma grande verdade, o bem e o mal habitam em todos nós, devemos, assim, escolher o que nos guiará.

“É o grau de comprometimento que determina o sucesso, não o número de seguidores.” Remo Lupin

Lupin foi outra pessoa que queria muito o bem de Harry, sendo também muito sábio e bondoso. Acredito muito nessa fala. Devemos nos importar com nossa devoção ao que acreditamos, mais do quem em números.

IMG_0349

E aqui ficam algumas das citações que gostei em Harry Potter! Acabei há pouco de ler os livros e estou muito feliz em finalmente escrever algo sobre!

O que vocês acharam? Alguma citação está faltando? Deixem nos comentários!

Muito obrigada, pessoal!

Beijinhos!!!

Entretenimento, Músicas

5 vídeos da Hailee Steinfeld para você se apaixonar

hailee

Se você ainda não conhece a atriz e cantora Hailee Steinfeld, então esse post veio no momento exato! Se você já conhece, que tal verificar se você já ouviu essas 5 músicas maravilhosas dela? A primeira vez que ouvi falar nela foi ao assistir ao filme Mesmo Se Nada Der Certo (2014), no qual ela interpreta a personagem Violet, ao lado de Mark Ruffalo e Keira Knightley <3. Aos 20 anos, já existe em seu currículo uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelo seu papel em True Grit (2010). Em 2015, Hailee lançou sua primeira música solo, ”Love Myself”, e seu álbum “Haiz” foi lançado em novembro do mesmo ano. O álbum foi relançado outras duas vezes em 2016.

Seguem aqui 5 vídeos para vocês se apaixonarem de uma vez pela Hailee Steinfeld!

Love Myself

O primeiro single da cantora tem uma vibe muito animada! É tipo um hino para as meninas solteiras, de como podemos nos amar e não precisamos de mais ninguém, haha. Vocês podem perceber em outras músicas da Hailee a presença de letras bem legais e bastante empoderadoras.

You’re Such A

Então o relacionamento acaba. Você está bem sozinha depois de se livrar de um ~babaca~. E ele decide voltar! Porém não, não! Esse é o plano de fundo da música. Uma história bem comum, não?

Rock Bottom

Além da versão solo, temos também a versão do vídeo que conta com a participação da banda DNCE. O clipe é bem bonitinho e a música fala sobre um relacionamento de “amor e ódio”. Duas pessoas que vivem brigando e se amando.

Starving

Essa música é sobre quando conhecemos alguém que muda o que a gente pensava e sentia. Sobre quando a gente acha que está bem e não está querendo algo, até conhecer alguém que nos mostra o contrário. Fala, também, sobre a vulnerabilidade de se entregar.

Most Girls

Essa música, para mim, é a grande pérola da cantora. Um hino bastante feminista de sororidade. Sabe quando dizem para nós que não somos “como as outras meninas/garotas/mulheres”? Será que isso é mesmo um elogio, ou estão apenas dizendo que temos que preencher alguns requisitos para agradar? A música/hino é uma homenagem à diferença entre as mulheres e como isso é gratificante.

Então, pessoal, já tinham ouvido falar nela? Gostaram dos vídeos? Deixei algum de fora?

Muito obrigada por tudo!

Beijinhos!!!

 

Entretenimento, Filmes

5 filmes que estreiam no 3º trimestre de 2017

A metade do ano já passou e com ela fiz dois posts de filmes que estrearam no primeiro e no segundo trimestres do ano. Atrasei um pouco para postar, mas agora chegou a vez dos filmes do terceiro trimestre!

06.07 – Homem-Aranha: De Volta ao Lar

1

Esse filme já estreou mas certamente não poderia ficar de fora da lista, considerando que ainda está em cartaz! Depois de duas versões do filme do herói, Homem-Aranha: De Volta ao Lar promete ser a versão que, de fato, dará certo! Estou mega animada para assistir!

Sinopse: Depois de atuar ao lado dos Vingadores, chegou a hora do pequeno Peter Parker (Tom Holland) voltar para casa e para a sua vida, já não mais tão normal. Lutando diariamente contra pequenos crimes nas redondezas, ele pensa ter encontrado a missão de sua vida quando o terrível vilão Abutre (Michael Keaton) surge amedrontando a cidade. O problema é que a tarefa não será tão fácil como ele imaginava.

20.07 – Transformers: o Último Cavaleiro

2

No quinto filme da saga Transformers, há uma nova luta entre humanos e alienígenas, porém, dessa vez, não Optimus Prime não está na Terra. Uma das raças irá sobreviver. Quem será?

Sinopse: O gigante Optimus Prime embarcou em uma das missões mais difíceis de sua vida: encontrar, no espaço sideral, os Quintessons, seres que possivelmente são os responsáveis pela criação da raça Transformers. O problema é que, enquanto isso, seus amigos estão precisando de muita ajuda na Terra, já que uma nova ameaça alienígena resolveu destruir toda a humanidade.

03.08 – Planeta dos Macacos: A Guerra

3

Outro filme de luta entre espécies será lançado! No terceiro filme da sequência de Planetas dos Macacos, a guerra é para valer, entre humanos e macacos. E nesse, quem será que vencerá?

Sinopse: Humanos e macacos cruzam os caminhos novamente. César e seu grupo são forçados a entrar em uma guerra contra um exército de soldados liderados por um impiedoso coronel. Depois que vários macacos perdem suas vidas no conflito, César luta contra seus instintos e parte em busca de vingança. Dessa jornada, o futuro do planeta poderá estar em jogo.

17.08 – Em Ritmo de Fuga

4

Sou fã do Ansel Elgort desde A Culpa é das Estrelas e Divergente, então qualquer filme que ele faça despertará minha curiosidade! Nesse filme, aparentemente, ele faz o estilo bandido-arrependido-depois-de-conhecer-a-mocinha. Será que será mais um cliché?

Sinopse: O jovem Baby (Ansel Elgort) tem uma mania curiosa: ele precisa ouvir músicas o tempo todo para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos desde um acidente na infância. Mesmo assim, o rapaz revela-se uma motorista excelente, e começa a trabalhar para uma gangue de criminosos. Quando um assalto a banco não sai como planejado, ele cai na estrada em fuga.

 

07.09 – It – A Coisa

5

Para quem gosta de terror, drama e/ou suspense, fica aqui a indicação. O filme baseado no livro de Stephen King me deixou com medo só pelo trailer, então certamente não suportaria assistir a ele no cinema, haha.

Sinopse: Um grupo de sete adolescentes de Derry, uma cidade no Maine, formam o auto-intitulado “Losers Club” – o clube dos perdedores. A pacata rotina da cidade é abalada quando crianças começam a desaparecer e tudo o que pode ser encontrado delas são partes de seus corpos. Logo, os integrantes do “Losers Club” acabam ficando face a face com o responsável pelos crimes: o palhaço Pennywise.

Menções honrosas (porque recomendações de filmes nunca são demais):

13.07 –  Carros 3;  31.08 –  Emoji: O Filme; 28.09 – Kingsman: O Círculo Dourado

Espero que vocês tenham gostado das sugestões! Qual filmes vocês querem ver?

Muito obrigada por tudo, pessoal!

Beijinhos!!!

Entretenimento, Livros, TAG

A TAG da Hora

 

Estava lendo o blog “Rascunhos de Maria” e me deparei com uma TAG muito legal: a TAG da Hora! Ela é simples mas traz itens interessantes, então resolvi responder ela aqui no blog!

1. Leitura atual

IMG_0349

Faz alguns meses que estou lendo a saga Harry Potter. Falei algumas vezes aqui no blog que estou em um projeto de ler todos os livros adolescentes que ainda não li, antes de ficar ~velha~, haha. Nunca tinha me interessado muito por Harry Potter, mas ao longo do tempo minha curiosidade foi crescendo, graças a Deus! As capas maravilhosas dessa edição que eu tenho me seduziram e acabei pedindo de presente. Estou lendo um livro atrás do outro! Quando li Percy Jackson acabei ficando um pouco enjoada e achei que o mesmo fosse acontecer com HP, mas, muito pelo contrário, quanto mais leio, mais quero ler! É tão bom, mas ao mesmo tempo tão triste já estar no penúltimo livro! Ainda bem que a JK tem lançado mais e mais coisas e no Pottermore <https://www.pottermore.com/&gt; há muito a ser descoberto ainda!

2. Escritor favorito

IMG_0360

É muito difícil escolher um escritor favorito, até porque os que mais amo (Stephanie Meyer, Jojo Moyes e Veronica Roth, por exemplo,) eu não li muito da obra, ou a mesma não é muito diversificada, então acabei optando por alguém que tem um lugarzinho especial no meu coração: John Green! Embora depois de ler vários livros dele eu tenha tido a impressão de que na verdade as histórias seguem uma “receita” – com exceção de “A Culpa é das Estrelas”! -, o estilo de escrita dele (pelo menos na tradução, mas quero ler os originais para conferir), o tom leve e engraçado, ao mesmo tempo que sentimental das histórias, toca muito meu coração!

3. Livro que te fez chorar

Eu normalmente não choro lendo, e sim em filmes, porque quando eu vejo alguém chorando meu coraçãozinho sofre, haha. Mas o livro “Um Ano Inesquecível”, do escritor Ronald Anthony, vai ficar para a história como o livro que me fez derreter. Eu criei uma ligação especial com ele e, embora ainda não o tenha fisicamente, quero muito comprar, porque essa história é realmente lindaaa! ❤

 

4. Livro que te fez amar a leitura

Eu AMAVA histórias de princesas e contos de fadas, então acho que foram essas histórias que me motivaram a seguir no maravilhoso mundo da leitura. Eu tinha várias versões e coleções, então eles são bem especiais para mim. É extremamente difícil escolher um preferido, mas, segundo minha mãe, eu era obcecada por “Cachinhos de Ouro”, haha. ❤

5. Um casal que você viveria

IMG_0365

Essa é uma pergunta realmente difícil! Primeiro, porque amo tantos casais que não consigo ter um preferido. Segundo, porque a maior parte das histórias que eu leio têm um final triste para o casal, haha. Mas, pensando nas histórias “perfeitas” e possíveis de serem vividas, eu escolheria os casais dos 4 livros do “Quarteto de Noivas”, da Nora Roberts. Já fiz um post sobre esses livros super amorzinhos aqui no blog, para conferir é só clicar aqui! As histórias são maravilhosas e, por mais que tenha falado delas milhares de vezes, nunca canso, haha. Inclusive, quem sabe eu até releia os livros, de tão maravilhosos que são. ❤

E então, pessoal, como vocês responderiam a TAG? Deixem suas sugestões nos comentários! Espero que vocês tenham gostado das minhas escolhas!

Muito obrigada por tudo, pessoal!

Beijinhos!!!

Entretenimento, Filmes

5 filmes para celebrar o Dia da Matemática

 

Dia 6 de maio é considerado o Dia Nacional da Matemática, em homenagem ao matemático, escritor e educador brasileiro Júlio César de Mello e Souza, mais conhecido como Malba Tahan. Para quem não sabe, eu curso Licenciatura em Matemática (já assistiu meu vídeo com umas dicas especiais? Clique aqui!), então nem preciso dizer que considero esse dia mega especial, né? Filmes + Matemática então, é o combo perfeito! ❤ Ficam aqui as sugestões de 5 filmes para celebrar o Dia da Matemática!

Uma Mente Brilhante – 2001

1

Esse é um dos filmes mais recomendados na lista de “filmes para quem gosta de Matemática”, haha. Ele mostra a história de um homem com muito potencial, mas que acaba enfrentando problemas com sua “mente brilhante”. A história foi baseada na biografia de John Nash, escrita por Sylvia Nasar. O filme ganhou o Oscar de Melhor Filme.

Sinopse: John Nash (Russell Crowe) é um gênio da matemática que, aos 21 anos, formulou um teorema que provou sua genialidade e o tornou aclamado no meio onde atuava. Mas aos poucos o belo e arrogante Nash se transforma em um sofrido e atormentado homem. Porém, após anos de luta para se recuperar, ele acaba sendo premiado com o Nobel.

A Prova – 2005

2

De algum jeito que desconheço, nunca havia falado desse filme! Quando estava pesquisando acabei me deparando com ele e me apaixonei de cara, já que no seu elenco encontramos Anthony Hopkins, Gwyneth Paltrow, Jake Gyllenhaal. A história parece ser bem emocionante, mostrando a filha de um gênio que acaba ficando com esclerose e seu medo de ficar como o pai.

Sinopse: Catherine (Gwyneth Paltrow) é uma jovem atormentada pelos anos em que esteve cuidando de seu pai, Robert (Anthony Hopkins), um gênio da matemática que sofria de esclerose no fim da vida. Temendo enlouquecer que nem seu pai, Catherine se afasta de todos e vive isolada em sua casa. Na véspera do seu aniversário de 27 anos reaparece em sua vida Claire (Hope Davies), sua irmã, e Hal (Jake Gyllenhaal), um ex-aluno de Robert. Hal deseja pesquisar nos 103 cadernos escritos por Robert em seus anos de esclerose, desejando encontrar algo que possa ter alguma lógica, mas também se interessa por Catherine. Já Claire chega à cidade desejando vender a casa da família e fazer com que Catherine more com ela em Nova York.

Alexandria (Agora) – 2011

3

Vamos falar das mulheres na Matemática? Hipátia foi uma professora da época, influenciada por seu pai, famoso filósofo, astrônomo e mestre de matemática no Museu, ela se destacou no cenário intelectual. Devido aos seus ideais (sua crença neoplatônica, sua religiosidade vista como pagã, seus pontos de vista sobre o Cosmos), o patriarca Cirilo provocou boatos sobre ela. Como resultado destes boatos, Hipácia foi violentamente atingida por um grupo de cristãos repletos de ódio, que a mataram e queimaram seu corpo.

Sinopse: Em Alexandria, no ano de 391, Hipátia é professora de astronomia e matemática, além de filósofa. Um dos seus alunos, Orestes, está apaixonado por ela, assim como o seu escravo Davus. Juntos, eles deverão lutar contra extinção da biblioteca local e outras grandes instituições, que não devem sobreviver quando o Cristianismo ganha poder político na cidade.

Matemática do Amor

4

Sendo uma lista minha não poderia faltar um romance, né? Haha. Mona (interpretada pela maravilhosa Jéssica Alba) desistiu da vida após a perda do seu pai. A única coisa para qual manteve ânimo foi a Matemática, maior vínculo que seu pai deixou pra ela. Ela é convidada para dar aulas na escola onde estudou, e é quando sua vida começa a mudar.

Sinopse: Mona Gray é uma jovem de vinte anos, solitária, que decidiu por estudar matemática quando seu pai estava doente. Hoje professora, ela deseja auxiliar seus alunos em suas próprias crises.

Estrelas Além do Tempo – 2017

5

Para finalizar, não poderia deixar de fora meu novo queridinho! Indicado ao Oscar em 3 categorias (Melhor Filme, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Roteiro Adaptado), o filme narra a história ~real~ de 3 cientistas negras que trabalham na NASA. Certamente é uma história de superação e empoderamento, assuntos tão pertinentes atualmente <3. Além disso, o elenco é sensacional!

Sinopse: 1961. Em plena Guerra Fria, Estados Unidos e União Soviética disputam a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lida com uma profunda cisão racial, entre brancos e negros. Tal situação é refletida também na NASA, onde um grupo de funcionárias negras é obrigada a trabalhar a parte. É lá que estão Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da NASA.

Menções honrosas (porque recomendações de filmes nunca são demais):

“O Quarto de Fermat “, “Quebrando a Banca” e “Gênio Indomável”.

 

Imagens e sinopses extraídas do site Adoro Cinema.

 

Espero que vocês tenham gostado das recomendações! Tem algum filme que vocês acham que ficou de fora da lista? Deixe nos comentários!

Muito obrigada por tudo, pessoal!

Beijinhos!!!